Se você estiver planejando uma viagem de carro entre San Francisco – Los Angeles, a Big Sur é um passeio obrigatório, famosa pelas paisagens, a Pacific Highway 1 é a estrada que vai beirando a costa de San Diego a San Francisco. A Big Sur é o grande filé deste trajeto.

Como conhecer?
É muito simples neste post colocarei os principais pontos, lembrando que você pode estacionar em quantos “Vista Point” (mirante) quiser, pare para apreciar e tirar muitas fotos. A melhor época para ver o céu bem aberto e mar azul são de Julho a Setembro mas como ultimamente as condições climáticas mudam a toda hora, vai depender da sorte também 😉 Confira aqui as condições da estrada.

Qual o sentido certo?
Na verdade tanto faz descer/subir massss quem opta por descer a costa de San Francisco a Los Angeles tem o privilégio de acompanhar as paisagens do lado direito sendo mais fácil fazer as paradas nos mirantes também, mas não é o fim do mundo se o seu itinerário permitir apenas o contrário, afinal é uma estrada tranquila porque todo mundo está com o mesmo objetivo: apreciar as paisagens, apenas claro faça as conversões/paradas com atenção e prudência.

Quanto tempo preciso para fazer a Big Sur?
O caminho entre São Francisco – Los Angeles pela costa tem um total de 8h30(via Pacific Highway 1) vs. 5h40 (via I-5) portanto se o objetivo é conhecer a Big Sur siga via Pacific Highway e para fazer sem pressa e menos cansativo durma pelo menos uma noite em alguma cidade neste trecho (minha sugestão são as cidades: Cambria, San Simeon ou Morro Bay).

O quê e como conhecer a Big Sur?
Listarei alguns pontos que fizemos algumas vezes (ordem sentido São Francisco > Los Angeles), anote o seus preferidos e aproveite! Lembrando que os pontos citados ficam após a cidade de Carmel. Dica: Não há sinal de GPS ou internet nesta área, salve o Google Maps Offline (região da Big Sur) e salve também os pontos nos favoritos, clique nos pontos salvos e o mapa mostrará a rota, já fizemos isto e deu super certo!

 

Garrapata State Park – Calla Lily Valley

 

Era primavera (Abril/2019) resolvemos parar no parque estadual de Garrapata para ver os lírios, da estrada já dava para ver uns pontinhos brancos. Estacione no acostamento e caminhe por uns 10-15 minutos até os lírios, além das flores a paisagem é surpreendente.

 

A trilha que vai beirando o mar é maravilhosa, vale a pena a caminhada!

 

 


Ao descer em direção a praia tem um belo riacho que desagua no mar e os lírios no fundo. UAU!

 


Bota no GPS: Calla Lily Valley, Carmel-By-The-Sea, CA 93923

 

Ponte Rocky Creek

Alguns pontos são sinalizados portanto se caso não conseguir usar o GPS fique atento nas placas.

 

 

É demais né?

Bota no GPS: Rocky Creek Bridge, CA-1, Carmel-By-The-Sea, CA 93923, EUA

 

Ponte Bixby Creek

 

A ponte mais fotografada da Califórnia e quando estacionar você vai entender, tem tanta gente tirando foto com a ponte e da ponte.

 

Bota no GPS: Bixby Bridge, CA-1, Monterey, CA 93940, EUA

 

Hurricane Point

 

Do Hurricane Point dá para ver a ponte Bixby Bridge bem pequena

Bota no GPS: Hurricane Point, California 93923, EUA

 

Keyhole Arch – praia Pfeiffer

O acesso a praia é um pouco escondido mas seguindo o GPS acertamos a entrada, para chegar até a guarita o caminho é asfaltado porém estreito, em vários trechos tivemos que parar o carro para dar passagem, além disso no caminho passamos por algumas residências, então não se assuste se achar que errou o caminho.

 

 

A entrada da praia custa $12 (julho/2019) por carro e o estacionamento é pequeno. Neste dia estava ventando muito e gostaríamos de ter aproveitado mais mas infelizmente não deu para ficar devido ao forte vento.

 

O famoso Keyhole Arch. Na segunda quinzena de Janeiro bastante disputado por fotógrafos, pois o pôr do sol se encaixa certinho nesta “porta”

Bota no GPS: Keyhole Arch at Pfeiffer Beach, Sycamore Canyon Rd, Big Sur, CA 93920, EUA

 

Trilha Partington Cove

Esta trilha de 3.2km (ida e volta – separe 1 hora no mínimo) foi bem bacana de fazer, não é cansativa e até para crianças tem alguns momentos de aventura como atravessar a ponte e o túnel.

A trilha é bem demarcada e no final dela uma vista para o mar, bem pertinho com a água batendo nas pedras. Algumas famílias aproveitam e fazem piquenique enquanto apreciam a paisagem.

 

Bota no GPS: Partington Cove

 

Parque Estadual Julia Pfeiffer Burns – Cachoeira McWay Falls

Não confunda a praia Pfeiffer com a praia da cachoeira, o acesso a praia é proibido sendo possível ver a cachoeira do acostamento ou entrar no Parque Estadual Julia Pfeiffer Burns, $10 por carro, siga a trilha de 800 metros para o mirante da cachoeira.

 

O mirante do parque

 

Nós estacionamos no acostamento e fotografamos de cima

Bota no GPS: 52801 California State Route 1, Big Sur, CA 93920, EUA

 

Big Creek Bridge
Bota no GPS: Big Creek Bridge, Big Sur, CA

 

Ragged Point Inn & Resort

Aproveitamos e tomamos café da manhã no restaurante da pousada(neste dia iniciamos de Morro Bay em direção a Carmel), tem um mercadinho e posto de gasolina, aliás sempre faça a Big Sur com o tanque cheio pois os valores são altos e poucos postos de gasolina pelo caminho.

 

 

 

A vista é bem bacana para a Big Sur, tem uma trilha que desistimos de fazer pois achamos muito íngreme e difícil com a crionça. O mirante e a trilha são abertos ao público não é necessário ser hóspede da pousada.

 

Bota no GPS: 19019 CA-1, Ragged Point, CA 93452, EUA

 

É ou não um trecho imperdível? 🙂

 

Reserve seu hotel próximo a Big Sur



Booking.com

You Might Also Like

Nothing Found.

Apologies, but no results were found for the requested archive.